Após primeiro caso de ébola no Mali, OMS presta auxílio às autoridades

Ouvir /

Menina de dois anos de idade passou pela Guiné-Conacri; mais de 40 pessoas que tiveram contato com a criança estão a ser monitorizadas.

Primeiro caso no Mali. Foto: Unesco

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Mali registou o primeiro caso de ébola, numa menina de dois anos de idade que esteve na Guiné-Conacri. Em Genebra, a porta-voz da Organização Mundial da Saúde, OMS, disse que a agência está a prestar auxílio às autoridades do país.

Em entrevista à Rádio ONU, Fadela Chaib explicou que foram identificadas 43 pessoas que tiveram contacto com a criança e todas estão a ser monitorizadas. Dentre elas, estão 10 profissionais de saúde.

Equipa

A porta-voz da OMS explicou que as autoridades malianas já tomaram as medidas indicadas, limparam o centro de saúde que recebeu a menina e agora estão a trabalhar em conjunto com a agência da ONU.

Mesmo antes do primeiro caso, a OMS já havia despachado três profissionais para o Mali, como parte do plano de preparação do ébola, a ser realizado em 15 países que fazem fronteira com Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa.

Colheitas

Também esta sexta-feira, o Programa Mundial de Alimentação, PMA, revelou preocupação com a possibilidade das colheitas da Libéria serem afectadas em 2015 devido ao surto de ébola.

Se a crise permanecer pelos próximos cinco meses, época em que os agricultores devem começar a preparar suas terras, existe a possibilidade  de época de plantio sofrer os impactos.

Fundos

O PMA e o governo da Libéria notam probabilidades de grandes perdas antes e depois das colheitas, mudanças nos mercados, aumento do preço dos produtos básicos e desafios de acesso a áreas remotas, devido aos problemas nas rodovias.

O surto do vírus está a afectar de forma negativa o mercado de alimentos na Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa. Até o momento, o PMA conseguiu entregar 13 mil toneladas de comida para 776 mil pessoas nos três países.

Para continuar suas operações de emergência, a agência precisa de US$ 93 milhões, mas existe uma escassez de 48%.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031