Unicef elogia sustentabilidade de saneamento em província angolana

Ouvir /

Representante da agência da ONU no país considera positivas ações em Moxico que envolvem as comunidades; esforços aplicados em aldeias da província angolana tidos como possíveis exemplos para outros países.

Foto: Banco Mundial/Simone D. McCourtie

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O representante em Angola do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, elogiou os resultados positivos no saneamento liderado pelas comunidades aldeãs na província angolana do Moxico.

Falando à Rádio ONU, de Luena, Francisco Songane destacou práticas de aldeias locais que reforçam a importância de usar latrinas, da sua utilização adequada e da limpeza. Ele visita a província até esta quarta-feira.

Fecalismo a Céu Aberto

"A comunidade está engajada, está motivada por isto e é preciso replicar este exercício para outras aldeias. A província conseguiu certificar 24 aldeias livres de fecalismo a céu aberto. Isto é um estatuto que estas aldeias atingiram há cerca de um ano, o que mostra o que é a sustentabilidade do nível que atingiram nesse período. Não foi uma intervenção de apenas clamar vitória por terem atingido um certificado de serem livres do fecalismo a céu aberto, mas estão a manter."

Songane considera necessário facilitar o acesso das comunidades a todos os componentes para fazer latrinas melhoradas. Para o responsável, também devem ser assegurados todos os meios necessários a preços acessíveis.

Entusiasmo

"Este é um exemplo que pode servir para outros países com características semelhantes a Angola. Devo dizer que no país, além de Moxico há outras províncias a embarcar num nível semelhante com entusiasmo igual. É um trabalho que está a ser assumido pela própria comunidade. O papel dos organizadores dos municípios e de todos os parceiros envolvidos no processo é facilitar e assegurar que a orientação ou informação necessárias para que as pessoas façam as coisas com conhecimento de causa estejam no lugar a tempo."

A agência considera a província uma zona de intervenção estratégica, e desenvolve ações-piloto de iniciativas para o bem-estar das crianças e das suas famílias.

*Apresentação: Denise Costa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031