TPI: começa audiência de sobre alegações de crimes contra humanidade

Ouvir /

Audiência sobre político de Côte d'Ivoire começou nesta segunda-feira no Tribunal Penal Internacional, em Haia; entre as acusações contra Charles Blé Goudé estão assassinato e estupro, mas ele nega as acusações.

Tribunal Penal Internacional. Foto: TPI/Max Koot

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Começou nesta segunda-feira no Tribunal Penal Internacional, TPI, em Haia, a audiência de confirmação de denúncias no caso de Charles Blé Goudé.

As acusações ao político de Côte d'Ivoire, ou Costa do Marfim, são de crimes contra a humanidade. Mas Blé Goudé nega as acusações.

Crimes

A audiência, que vai até 2 de outubro, começou com declarações da promotora-chefe do TPI, Fatou Bensouda, a representante das vítimas Paolina Massidda e o advogado de defesa, Nick Kaufman.

Segundo o TPI, Charles Blé Goudé supostamente tem responsabilidade criminal individual como coautor indireto de quatro acusações de crimes contra a humanidade: assassinato, estupro e outras formas de violência sexual, perseguição, além de "atos desumanos". Os crimes supostamente teriam sido cometidos na Costa do Marfim entre 16 de dezembro de 2010 e 12 de abril de 2011.

A audiência de confirmação das denúncias não é um julgamento ainda. De acordo com TPI, é um exame pré-julgamento para determinar se há provas contundentes para indicar que a pessoa cometeu os crimes listados.

Se as acusações forem confirmadas, o caso será submetido a julgamento.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031