São Tomé e Príncipe aposta em turismo e petróleo para avançar economia

Ouvir /

Primeiro-ministro do país africano de língua portuguesa falou à Rádio ONU sobre a cooperação com a Nigéria no setor petroleiro; para Gabriel Costa, turismo pode ultrapassar o produto na pauta futura de exportações como fonte de rendimento. 

Turismo é fonte de renda para a economia. Foto: ECA

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Governo de São Tomé e Príncipe está a apostar no petróleo e no turismo como fontes de renda para o futuro da economia sãotomense. 

A declaração foi dada à Rádio ONU pelo primeiro-ministro do país, Gabriel da Costa. O governante esteve em Nova Iorque para discursar nos debates de líderes internacionais da Assembleia Geral, na segunda-feira. 

Potencialidades

"Nós temos uma exportação conjunta com a Nigéria. A Total retirou-se do bloco número 1. Mas nós temos outras companhias que não são as mesmas e que estão a trabalhar com a zona de desenvolvimento conjunto para o desenvolvimento do petróleo. O turismo é uma aposta, uma aposta muito séria. Nós temos potencialidades e vamos explorar essas potencialidades. Eu diria que o turismo pode ser a principal fonte de rendimento para o país, e mesmo antes do petróleo caso o petróleo venha a ser efetivamente  explorado."

O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe elogiou ainda a cooperação com as Nações Unidas, a União Europeia e Portugal para a realização das eleições gerais, marcadas para 12 de outubro.

O chefe de Governo sãotomense disse que está a tomar medidas sanitárias para evitar a entrada do vírus ébola no país.  Nesta área, São Tomé e Príncipe está a contar ainda com a ajuda da Organização Mundial da Saúde, OMS.

*Apresentação: Denise Costa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031