PMA: operação de emergência quer alimentar 120 mil pessoas na Ucrânia

Ouvir /

Objetivo é socorrer vítimas da violência na região; agência da ONU enviou primeiro carregamento de comida para as cidades de Donetsk e Luhansk.

Caminhão do PMA. Foto: PMA

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos iniciou operação de emergência no leste da Ucrânia.

O objetivo da agência da ONU é enviar comida para pelo menos 120 mil pessoas afetadas pela violência na região, pelos próximos seis meses, a um custo de US$ 15 milhões, o equivalente a mais de R$ 34 milhões.

Carregamento

O primeiro carregamento foi enviado para as cidades de Donetsk e Luhansk com alimentos enlatados e prontos para serem consumidos, incluindo carnes, peixes, vegetais, como também biscoitos, geleias e chá.

Até agora, o PMA conseguiu entregar 10 mil rações diárias na região, quantidade suficiente para alimentar 2 mil pessoas por cinco dias.

A meta da agência é aumentar a entrega para 90 mil rações diárias até o fim do mês. Com isso, será possível alimentar 18 mil pessoas por um prazo de cinco dias.

Grávidas e Idosos

Segundo o PMA, a ajuda está sendo entregue, em sua maioria, a deslocados internos com problemas de saúde, mulheres grávidas e em fase de amamentação, idosos e famílias em situações vulneráveis.

O vice-diretor de operações da agência na região, Carlo Scaramella, afirmou que "os confrontos dos últimos meses, principalmente em Donetsk e Luhansk impediram o acesso da população à comida e a serviços básicos.

Ele explicou que a população mais necessitada também receberá "vales" para comprar comida em suas próprias comunidades, uma forma de impulsionar a economia local.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031