ONU elogia EUA por enviar 3 mil militares para combater ebola

Ouvir /

Em nota, chefe da organização disse que epidemia está pondo em teste a cooperação e a solidariedade internacionais; soldados americanos devem ajudar a construir postos de saúde nos países mais afetados da África Ocidental.

O vírus já infectou 5 mil pessoas. Foto: Irin/Tommy Trenchard

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O secretário-geral da ONU elogiou uma série de medidas, anunciadas pelos Estados Unidos, para ajudar a combater o vírus ebola na África Ocidental.

O presidente americano, Barack Obama, informou que o seu governo enviará 3 mil militares aos países mais afetados pelo surto para ajudar a construir 17 novas instalações de saúde.

Resposta

Em nota, Ban Ki-moon disse que a epidemia de ebola está testando a cooperação internacional para combater o surto. Ele destacou ainda os projetos de assistência humanitária, formação de engenharia e aparatos de logística para reforçar a resposta.

O governo americano também vai fornecer kits de trtamento de saúde para as famílias dos pacientes.

O ebola infectou 5 mil pessoas e já matou mais de 2,4 mil pessoas.

Na terça-feira, o coordenador da ONU para combater o ebola disse que a organização vai precisar de cerca de US$ 1 bilhão, o equivalente a R$ 2,3 bilhões, para conter o surto pelos próximos seis meses.

Ainda nesta quinta-feira, o Conselho de Segurança deve fazer uma reunião de emergência para discutir a resposta internacional à epidemia na África Ocidental.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031