Litoral de Portugal enfrenta ameaças de mudança climática, diz ministro

Ouvir /

Jorge Moreira da Silva lembrou que em estudo do Ipcc, Portugal é um dos países na Europa que enfrentarão riscos mais elevados; chefe da pasta do Ambiente mencionou secas e a degradação da costa.

Mudanças climáticas ameaçam costa portuguesa. Foto: Pnuma

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O ministro português do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, alertou que Portugal está a sofrer as ameaças das mudanças climáticas.

Jorge Moreira da Silva participou da Cimeira do Clima na sede das Nações Unidas nesta terça-feira.

Estudo

Em entrevista à Rádio ONU ele falou da situação em Portugal.

"Infelizmente, Portugal é tão sensível aos temas de mitigação da redução das emissões, como da adaptação. Porque ainda agora saiu o estudo do Ipcc, do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas, que coloca Portugal como um dos países da Europa que terá de enfrentar riscos mais elevados das alterações climáticas. Na água, com uma degradação dos recursos e com secas cada vez mais severas e extremas e, por outro lado, na degradação da nossa costa."

O ministro Jorge Moreira da Silva afirmou que o país tem grande sensibilidade para o tema da descarbonização, das energias renováveis e da adaptação. E que já está a tomar medidas para enfrentar o aquecimento global.

Inverno

"Na costa portuguesa temos um plano de ação que neste ano, em 2014 e em 2015, vai concretizar 300 medidas de proteção de pessoas e bens. São medidas que estão previstas há muito tempo de avaliação de risco na costa portuguesa e que têm um orçamento muito significativo, são 300 milhões de euros que estamos a gastar este ano e no próximo ano para proteger pessoas e bens em zonas de risco. Ainda este inverno, tivemos que encontrar mais recursos para proteger algumas das praias e algumas das zonas costeiras de maior sensiblidade."

O ministro português afirmou que em outubro haverá um momento decisivo para a União Europeia no debate sobre a questão das alterações climáticas e energia porque o grupo terá que decidir suas metas para 2030. Ele declarou ainda que julga que Portugal tem tido um papel de liderança neste processo.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031