Em abertura da Assembleia Geral, Ban quer ação para combater extremistas

Ouvir /

Ban Ki-moon fala sobre expectativa sobre encontro no Conselho de Segurança sobre terroristas estrangeiros, marcado para esta quarta-feira; Brasil abre os debates de alto nível na Assembleia Geral.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Mark Garten

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU está pedindo ação decisiva nos esforços para confrontar extremistas. A declaração de Ban Ki-moon foi feita à véspera da Cúpula sobre Terroristas Estrangeiros, encontro que ocorre no Conselho de Segurança esta quarta-feira.

Em Nova York, Ban disse a jornalistas que tem alertado sobre a "brutalidade de grupos armados extremistas" na Síria e a ameaça imposta não apenas ao país, mas também à paz e à segurança internacionais.

Ataques

O secretário-geral afirmou ser necessária rapidez para combater os terroristas que atuam na Síria. Segundo Ban Ki-moon, qualquer medida contra esses grupos precisa estar de acordo com a Carta da ONU e o direito internacional humanitário.

De acordo com agências de notícias, os Estados Unidos e aliados lançaram ataques aéreos contra o grupo Estado Islâmicodo Levante e do Iraque, Isil, na Síria. Ban Ki-moon comentou que estava ciente dos ataques e segundo ele, as ações seriam voltadas para áreas que não estão sob controle efetivo do governo.

Assembleia Geral

A sessão especial no Conselho de Segurança sobre terrorismo, na tarde desta quarta-feira, será dirigida pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Pela manhã, começam os debates de alto-nível na Assembleia Geral. A presidente do Brasil, Dilma Rousseff será a primeira chefe de Estado a discursar.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031