Crescimento de empregos na Espanha ainda está "incompleto", diz OIT

Ouvir /

Organização Internacional do Trabalho diz que economia do país requer medidas para baixar "taxa crônica de desemprego"; agência da ONU destaca que criação de 200 mil postos de trabalho não foi suficiente.

Foto: OIT

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A economia da Espanha precisa de medidas para impulsionar a criação de postos de trabalho e diminuir a "taxa crônica de desemprego", segundo a Organização Internacional do Trabalho, OIT.

A agência da ONU lançou um relatório sobre o tema na segunda-feira. A OIT sugere ao governo a criação de um plano de ação que estimule a economia e evite o crescimento do desemprego.

Jovens

O diretor da agência disse ser preciso considerar que a crise econômica mundial está quase no fim. Ainda assim, Guy Ryder afirmou que a crise continua sendo realidade para milhões de espanhois, especialmente os jovens.

Ryder falou que no ritmo atual, possivelmente só em 2023 a Espanha irá recuperar o nível de desemprego observado em 2007. De acordo com a OIT, no segundo trimestre, a taxa de desemprego foi maior que 24%, chegando a ultrapassar 50% entre os jovens. O índice é o segundo maior da Europa, perdendo apenas para a Grécia.

Salários

O relatório da OIT nota também que 60% das pessoas sem trabalho na Espanha continuam desempregadas há mais de um ano e 42% há mais de dois anos.

Para Ryder, a criação de 200 mil empregos no primeiro semestre do ano foi "incompleta", porque a renda média dos espanhois está 8% menor do que em 2007.

A OIT recomenda também ao governo que estimule a qualidade da criação de postos de trabalho, já que empregos que oferecem baixos salários podem diminuir a produtividade e contribuir para pessoas qualificadas procurarem trabalho em outros países.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031