Clima muda mais rápido que ações para enfrentar o problema, diz Obama

Ouvir /

Presidente dos Estados Unidos discursou na Cimeira do Clima, na sede das Nações Unidas; ele afirmou que nenhum país está imune às mudanças climáticas.

Barack Obama. Foto: ONU/Kim Haughton

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O presidente dos Estados Unidos juntou sua voz, esta terça-feira, à dos lideres internacionais por ações concretas contra o aquecimento global.

Em discurso na Cimeira do Clima, nas Nações Unidas, Barack Obama afirmou que "o clima está mudando mais rápido que as ações para lidar com a questão" e que nenhum país está imune.

Carbono

O presidente americano disse que é preciso "cortar poluição proveniente do carbono para evitar os piores efeitos das mudanças climáticas".

Ele disse que os Estados Unidos fizeram investimentos "ambiciosos" em energia limpa e em cortes de emissões de carbono.

China

Obama mencionou um encontro com o vice-primeiro-ministro chinês e disse ter reiterado sua crença de que como as duas maiores economias e maiores emissores do mundo, China e Estados Unidos têm a responsabilidade de liderar.

No discurso da Assembleia Geral da ONU, o presidente Obama chamou todos os países para se juntarem a esta causa, e afirmou que "nenhuma nação pode enfrentar esta ameaça global" sozinha.

Responsabilidade

Obama declarou que "os Estados Unidos farão sua parte" e que vão ajudar às nações em desenvolvimento a fazer a parte delas. Ele afirmou ainda, no entanto, que só serão bem sucedidos no combate às mudanças climáticas se todos os países, desenvolvidos e em desenvolvimento, se juntarem a este esforço.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031