Ban saudou liberação dos reféns turcos mantidos por terroristas no Iraque

Ouvir /

Secretário-geral lembrou que grupo estava em cativeiro desde junho, quando elementos do grupo Isil invadiram o Consulado da Turquia, em Mossul; chefe da ONU exige que terroristas libertem imediatamente todos os detidos.

Ban Ki-moon. Foto: ONU

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU saudou a liberação de pelo menos 46 cidadãos turcos pelo grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, autoproclamado Estado Islâmico, na sexta-feira, 19.

Ban Ki-moon disse que homens, mulheres e crianças estavam sendo mantidos em cativeiro desde junho, quando os extremistas ocuparam o Consulado da Turquia em Mossul, no Iraque.

Reféns

O porta-voz do chefe da ONU disse que ele está mais aliviado com o fim da crise e com o retorno à casa dos reféns.

Ban reiterou o pedido para que o grupo Estado Islâmico liberte imediatamente todos os outros reféns que ainda estão em seu poder na região.

Além disso, o secretário-geral lembrou a todas as partes envolvidas nos confrontos que o sequestro é uma grave violação das leis de direitos humanos e humanitária.

Avanço

Segundo agências de notícias internacionais, o Governo Turco começou a fechar sua fronteira com a Síria depois de 130 mil refugiados curdos terem entrado no país durante o fim de semana. Segundo analistas, os curdos são considerados um grupo rebelde e separatista na Turquia.

Os refugiados estavam fugindo do avanço dos terroristas que estão se aproximando da cidade iraquiana de Kobane, onde eles viviam.

A Turquia é um dos países da região que mais abriga refugiados sírios, quase 1 milhão de pessoas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031