Secretário-geral condena quebra de cessar-fogo em Gaza

Ouvir /

Em nota, Ban disse estar "gravemente decepcionado" com o retorno dos confrontos; ele apelou aos dois lados que cheguem a um acordo duradouro; segundo agências de notícias, houve mais de 90 ataques aéreos de Israel contra Gaza e mais de 100 foguetes teriam sido lançados contra alvos israelenses.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Mark Garten

Laura Gelbert, da Rádio ONU, em Nova York.

O secretário-geral das Nações Unidas condenou com veemência a quebra do cessar-fogo humanitário na Faixa de Gaza.

Em nota, Ban Ki-moon disse estar "gravemente decepcionado" com o retorno dos confrontos.

Negociações

O chefe da ONU lembrou aos dois lados de suas responsabilidades de não deixarem a situação escalar.

Segundo ele, "as esperanças do povo de Gaza para um futuro melhor e as esperanças do povo de Israel para segurança sustentável estão nas negociações no Cairo".

Ban pediu que as delegações façam jus a esta expectativa e apelou a israelenses e palestinos que cheguem a um acordo imediato sobre um cessar-fogo duradouro que também aborde as questões essenciais que afetam Gaza.

De acordo com agências de notícias, desde o reinício dos confrontos mais de 130 foguetes teriam sido lançados de Gaza contra Israel, em resposta as forças de segurança israelense fizeram mais de 90 ataques aéreos contra a Faixa de Gaza.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031