Redução das tropas afeta trabalho de companhia de engenharia da Minustah

Ouvir /

Segundo o general José Luiz Jaborandy Júnior, a missão da ONU no país conta atualmente com três companhias que se dedicam sobretudo a trabalhos de reconstrução, reparos de ruas e pontes etc; após mudanças ficará apenas uma companhia no país.

Soldados brasileiros da Minustah patrulhan ruas do Haiti. Photo: UN/MINUSTAH/Jesús Serrano Redondo

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Os planos de redução do número de tropas das Nações Unidas no Haiti já começaram a ser executados de acordo com o mandato do Conselho de Segurança sobre o tema. A informação foi dada à Rádio ONU pelo comandante da Minustah, o general José Luiz Jaborandy Júnior.

Segundo ele, até meados de 2015, a missão deverá passar de 5021para 2370 homens e mulheres. Mas esses números ainda têm que ser aprovados pelo Conselho de Segurança em outubro.

Recursos

Para o general brasileiro, a nova configuração deverá ter efeitos nos trabalhos sociais como os projetos das companhias de engenharia militar.

"Hoje em dia, nós só temos três companhias, duas já foram repatriadas. E nessa nova configuração, nós manteremos apenas uma companhia de engenharia. Nesta fase, o foco principal da companhia será o apoio das operações militares. Mas isso, de nenhuma maneira exclui a possibilidade de, em havendo disponibilidade e recursos para tal, ela continue apoiando qualquer iniciativa governamental ou não-governamental voltadas para a melhoria das condições de vida da população haitiana."

As companhias de engenharia ajudam com construção e reparos de ruas e pontes além de obras de reconstrução após o terremoto de 2010.

Eleições Legislativas

Ainda de acordo com o general José Luiz Jaborandy Júnior, após o encerramento dos planos de redução, o batalhão brasileiro que hoje tem cerca de 1,2 mil militares, deverá passar a cerca de 850 homens e mulheres.

O comandante da Minustah lembrou que a nova estratégia será incluída nos debates sobre a renovação do mandato da Minustah, marcados para ocorrer em outubro no Conselho de Segurança.

O Haiti deve realizar eleições locais e legislativas ainda neste segundo semestre.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031