Para Angélique Kidjo, investir na criança é investir no próprio futuro

Ouvir /

Em Moçambique, a embaixadora da Boa Vontade do Unicef defendeu que empenho de todos pode contribuir para uma boa educação, saúde e saneamento das crianças.

Visita da Angélique Kidjo a Maputo, Moçambique. Foto: Rádio ONU

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

Angélique Kidjo interagiu e auscultou nesta quinta-feira as preocupações da comunidade de Moamba.

A cantora beninense referiu ainda que as mães desempenham um papel importante para o crescimento e desenvolvimento das crianças, afirmando que o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, é apenas um parceiro. Por essa razão defendeu que a sociedade deve colaborar para a boa saúde das crianças.

Dificuldades

A Rádio ONU em Maputo conversou com um morador do bairro Madinguine no distrito da Moamba, na província de Maputo. Ernesto Bernardo elogiou a vista e falou das dificuldades que as crianças enfrentam.

"Temos problemas das nossas crianças. Tem várias doenças, malária, sida, tem também o problema de amamentação, outras não tem apetite de comer então com esse apoio que estamos a receber vão ver o que se esta a passar."

Apoio

Já Mata Semuane que cuida da neta deste que sua filha a deixou em casa, espera que a comunidade receba um apoio.

"As crianças precisam de apoio, porque há outros que nascem e depois são abandonadas. Eu mando minha filha para a escola e ela vai ser engravidada. Dá parto e deixa a criança. Eu que sou avó tenho eu ficar a cuidar da criança com a vida muito difícil".

Metas

A técnica de Saúde Neusa Chilengue explicou falou do desafio para a redução dos casos de desnutrição crónica. Para ela, os mitos no distrito de Moamba são uma preocupação para o setor.

Crescimento

"A situação das crianças em Moamba tende a baixar, são cerca de 365 com má nutrição, destas 250 tem desnutrição aguda moderada e as restantes tem desnutrição aguda grave. Temos mitos aqui nos distritos porque os avos aconselham as mães para a restringirem alimentos, enquanto que estes são muitos importantes para o desenvolvimento ou crescimento das nossas crianças, como o caso de ovos, moelas fígado de galinha que são alimentos muito, muito nutritivos", explicou.

O Unicef apoiou o Governo de Moçambique no desenvolvimento de um Plano de Acção Multissectorial para a Redução da Desnutrição Crónica.

O plano é coordenado pelo Ministério da Agricultura com apoio do Secretariado para a Segurança Alimentar e Nutricional. A meta é reduzir a desnutrição crónica nas crianças menores de 5 anos para 30% em 2015 e para 20% em 2020.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031