Onusida cita iniciativa americana de combate ao HIV/Sida em crianças

Ouvir /

Parceria entre governo americano e ONG Ciff quer aumentar acesso de menores a tratamentos antiretrovirais; chefe da agência da ONU disse que "nenhuma criança deveria nascer com HIV ou morrer de doenças relacionadas com a sida".

Foto: Unaids

Edgard Júnior, da Radio ONU em Nova York.

O Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Sida, Onusida, citou esta segunda-feira a parceria feita entre o governo dos Estados Unidos e a ONG "Children's Investment Fund Foundation", Ciff, para combater a doença em crianças.

A iniciativa Accelerating Children's HIV/Aids Treatment, ACT pela sigla em inglês, tem como objetivo aumentar o número de crianças com acesso à terapia antiretroviral.

HIV

O programa será implementado em 10 países africanos nos próximos dois anos.

O diretor-executivo do Onusida, Michel Sidibé, afirmou "que nenhuma criança deveria nascer com HIV e nenhuma criança deveria morrer de doenças relacionadas à Sida".

Segundo Sidibé, "há muito tempo que as crianças têm sido deixadas para trás". Para ele, chegou a hora de acelerar o ritmo e garantir que todas as crianças tenham acesso a tratamentos que salvam vidas.

Tratamento

A iniciativa de US$ 200 milhões vai tentar garantir o tratamento a mais 300 mil crianças.

Em 2013, em todo o mundo, havia 3,2 milhões de crianças menores de 15 anos com HIV, a maioria na África Subsaariana e 76% delas sem acesso a qualquer tipo de tratamento médico.

Segundo o Onusida, sem tratamento, metade de todas as crianças que nascem com HIV vão morrer antes de completarem dois anos e a maioria morrerá antes de atingir os cinco anos.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031