OMS afirma que chances de pegar ebola pelo ar são muito pequenas

Ouvir /

Agência está "decepcionada" com a decisão de algumas companhias aéreas de cancelar voos para a África Ocidental; vírus é transmitido pela troca de fluidos; mais de 1 mil pessoas já morreram.

Médico trata paciente com ebola. Foto: Pnud

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Organização Mundial da Saúde, OMS, reiterou nesta quinta-feira sua posição de que o "risco de transmissão do vírus ebola durante viagens de avião continua baixo".

A agência da ONU explica que assim como turbeculose e influenza, o ebola não transita pelo ar. O vírus é transmitido somente pelo contato direto com fluidos de pessoas ou animais infectados.

Sintomas Severos

Segundo a OMS, no pouco provável caso de um passageiro do avião estar com ebola, a chance dos outros passageiros e tripulantes entrar em contato com os fluidos dessa pessoa é menor ainda.

A agência lembra que pessoas com ebola geralmente estão tão doentes, com sintomas tão severos, que ficam impossibilitadas de viajar. Por isso, a OMS diz ser desnecessária a suspensão de viagens para os países afetados.

A Organização Mundial da Saúde usou sua conta no Twitter para expressar "decepção" com companhias aéreas que decidiram cancelar voos para a África Ocidental.

Mortes

Os riscos de contaminação pelo ebola atingem o nível mais alto quando o paciente morre. A OMS explica ainda que a pessoa infectada só pode transmitir o vírus depois que apresentar sintomas. O período de incubação do ebola dura de dois a 21 dias.

O último balanço da agência aponta para 1069 mortes pelo vírus, num total de 1975 pessoas infectadas na Guiné-Conacri, Libéria, Nigéria e Serra Leoa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031