Unicef lamenta morte de diretor britânico Richard Attenborough

Ouvir /

Em nota, Anthony Lake disse que o mundo perdeu "não apenas uma grande voz, mas uma grande alma"; ator, produtor e diretor  de cinema era embaixador da Boa Vontade do fundo desde 1987 e vencedor do Oscar com o filme Ghandi.

Richard Attenborough. Foto: ONU/Milton Grant

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O diretor-executivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, lamentou nesta segunda-feira a morte do ator, produtor e diretor britânico Richard Attenborough.

Em nota, Anthony Lake disse que com sua morte o mundo perdeu "não apenas uma grande voz, mas uma grande alma".

Embaixador 

O chefe do Fundo disse que Attenborough tocou a vida de milhões de pessoas através de seus filmes.

Ele afirmou ainda que com suas viagens e trabalho como embaixador da Boa Vontade do Unicef, o britânico "transformou as vidas de inúmeras crianças".

Lake acrescentou que o fundo se junta aos muitos admiradores do produtor honrando sua vida e enlutados com a sua morte.

Richard Attenborough tornou-se embaixador da Boa Vontade em 1987.

Entre outros países, ele visitou Moçambique em 2000, depois que a nação africana foi arrasada por enchentes.

Como diretor de cinema, ele ganhou um Oscar com a realização do filme Ghandi.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031