Projetos da Unido em Moçambique serão financiados pela Itália

Ouvir /

Agência da ONU recebeu quase 5 milhões de euros do país europeu para ações também na Etiópia, no Médio Oriente e no Norte de África; Moçambique recebe € 400 mil para apoio ao setor agrícola.

Acordo assinado em Viena, Áustria. Foto: Unido

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Itália canaliza € 4,9 milhões para projetos da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial, Unido. Moçambique e Etiópia serão contemplados pela iniciativa que também envolve o Médio Oriente e o Norte de África, região conhecida como Mena.

O acordo entre a Itália e a Unido foi assinado esta terça-feira, em Viena, na Áustria. Moçambique deve receber € 400 mil para assistência técnica a pequenas e médias empresas no setor agrícola.

Plano Nacional

O projeto da Unido foi desenvolvido a partir de um pedido do governo moçambicano. A proposta é apoiar o plano nacional para o desenvolvimento agrícola nos próximos 10 anos, de maneira próspera, competitiva e sustentável.

O financiamento da Itália destina 600 mil euros para cooperação empresarial na indústria cultural e criativa em Médio Oriente e Norte de África.

Parcerias

Outros 972 mil euros irão apoiar a  promoção da liderança empresarial feminina em países como Argélia, Qatar, Jordânia, Líbano, Marrocos e a zona dos Emirados Árabes Unidos.

A verba deve ajudar a melhorar a inclusão económica e criar condições para o crescimento sustentável, com a Unido a oferecer assistência técnica a organizações de mulheres empresárias.

A agência da ONU afirma que haverá promoção direta de 200 investimentos liderados por mulheres na região Mena, por meio de formação, aconselhamento, oportunidades de parcerias de negócios e acesso a financiamento.

Café

Na Etiópia, a ajuda italiana vai permitir à Unido desenvolver trabalhos para jovens, especialmente mulheres, por meio da promoção de pequenas e médias empresas.

O projeto terá duração de três anos, no valor de 600 mil euros, com a Unido a assistir o governo etíope na criação de empregos e investimento no sector de produção.

Além disso, Etiópia recebe também 1,5 milhão de euros para melhorar a sustentabilidade do setor do café, por meio de parcerias público-privadas.

*Apresentação: Denise Costa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031