Painel da ONU quer ação coletiva contra o desperdício de comida

Ouvir /

Especialistas em segurança alimentar lançam plano de recomendações a governos e consumidores para tentar reduzir 1,3 bilhão de toneladas de alimentos não aproveitados.

Combate ao desperdício alimentar. Foto: FAO

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Um painel de especialistas do Comitê da ONU sobre Segurança Alimentar Mundial divulgou esta quarta-feira um relatório com recomendações para reduzir o desperdício de alimentos.

Segundo dados da ONU, 1,3 bilhão de toneladas de comida são perdidas ou desperdiçadas por ano. O documento traz uma análise dos impactos e fornece um plano de ação para governos, empresas e consumidores.

Colheitas

A Rádio ONU entrevistou um dos especialistas que elaborou o relatório. Ele é professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Segundo Renato Maluf, problemas técnicos nas colheitas agrícolas, na manipulação ou no transporte resultam em perdas.

Da capital fluminense, o especialista em segurança alimentar explica que governos e a iniciativa privada podem enfrentar o problema com investimento em infraestrutura.

"De transporte, infraestrutura de armazenamento, apoio técnico no que se refere à atividade de colheita. Para alguns tipos de produtos, há uma evidente necessidade de transporte e armazenamento a frio, para produtos mais frescos. Muitas vezes as perdas ocorrem por razões comerciais e faz com que (os alimentos) sejam descartados, ou porque a aparência não é boa, ou porque se produziu de maneira inadequada."

Dieta

Renato Maluf ressalta ainda a necessidade de se promover ações educativas para os consumidores, sobre como manipular e aproveitar melhor os alimentos.

O especialista do painel de segurança alimentar comentou também o papel de uma dieta saudável.

"Nosso relatório identifica um tipo de perda e desperdício que tem a ver com uma concepção de qualidade de alimentos que é muito difundida pela indústria e mesmo pela propaganda e que não corresponde propriamente a uma questão de qualidade do ponto de vista nutricional. Causador desses problemas de saúde de obesidade e sobrepeso. É uma outra maneira de enxergar. Não é um alimento que foi jogado fora, mas é uma produção de alimentos que caracteriza um sobreconsumo de uma dieta questionável e que implica em pressão sobre os recursos naturais."

Prazo

O professor defende uma legislação sobre as datas de validade impressas nas embalagens. De acordo com Maluf, a falta de clareza nessa informação pode induzir o consumidor a descartar produtos que ainda estão bons para o uso.

O Comitê da ONU sobre Segurança Alimentar Mundial é a principal plataforma internacional para discussões sobre o tema, com a participação de governos, agências das Nações Unidas e sociedade civil.

O painel de especialistas independentes fornece conhecimento técnico e científico ao comitê, além de recomendações para políticas públicas de nutrição e de segurança alimentar.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031