Missão da ONU no Afeganistão elogia auditoria em zonas eleitorais

Ouvir /

Unama apoia decisão da Comissão Eleitoral Independente afegã de implementar medidas para melhorar transparência, neutralidade e imparcialidade das eleições.

Eleições no Afeganistão. Foto: Unama/Shamsudding Hamedi

Edgard Júnior, da Radio ONU em Nova York.

A Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, elogiou a decisão da Comissão Eleitoral Independente do Afeganistão de iniciar uma auditoria em algumas zonas eleitorais do país.

Segundo a Unama, a fiscalização vai ocorrer em postos de votação do segundo turno das eleições para presidente que computaram um total de 599 votos ou mais.

Transparência

Abdullah Abdullah e Ashraf Ghani são os dois candidatos da disputa que escolherá o substituto do atual presidente Hamid Karzai.

A Missão da ONU encorajou a Comissão afegã a implementar medidas que possam aumentar a transparência, a neutralidade e a imparcialidade do processo eleitoral.

Nesta medida está incluída também a separação e anulação das cédulas eleitorais fraudadas.

A Unama viu como positiva a decisão das autoridades afegãs de adiar o anúncio oficial do resultado preliminar do segundo turno das eleições para este 7 de julho.

De acordo com o comunicado presidencial sobre o Afeganistão, adotado pelo Conselho de Segurança no mês passado, a missão diz esperar pela conclusão do processo eleitoral.

Mas esse processo, segundo a ONU, deve seguir as leis e mandatos das instituições eleitorais e obedecer uma transição pacífica e em ordem para o novo governo.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031