Chefe do ECA fala de candidatura angolana ao Conselho de Segurança

Ouvir /

Carlos Lopes disse que país granjeia respeito entre os africanos; em Luanda, secretário executivo destacou a importância da proposta angolana para a lusofonia.

Carlos Lopes. Foto: ONU/Africa Renewal

Matilde Rosa, de Luanda para a Rádio ONU.*

O secretário executivo da Comissão Económica das Nações Unidas para África, ECA, disse que a União Africana mostra respeito e confiança ao escolher Angola como candidato a membro não-permanente do Conselho de Segurança da ONU.

Carlos Lopes afirmou, em Luanda, que o país saberá representar a África no palco das nações. A candidatura angolana ao órgão é para biénio 2015/2016.

Lusofonia

"Mostra uma grande confiança do continente africano em relação ao papel que Angola pode ter em defender os interesses africanos. Quando um país vai para o Conselho de Segurança vai representar o continente. Acho que essa afirmação de Angola na cena internacional, nomeadamente o respeito granjeado junto dos pares s pares africanos é extremamente importante para todos e particularmente importante para a lusofonia", disse.

O secretário executivo da comissão económica das Nações Unidas para África, adiantou também que a gestão macroeconómica de muitas nações africanas chega a ser melhor que muitos países desenvolvidos.

*Com reportagem da Rádio Nacional de Angola.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031