Ban quer intensificação de obras para garantir água potável no Haiti

Ouvir /

Na ilha caribenha, secretário-geral lançou campanha para melhorar o saneamento e a higiene em áreas rurais; Ban Ki-moon visitou famílias afetadas pelo cólera, doença que matou 8,5 mil haitianos desde 2010.

Ban Ki-moon em Los Palmas, Haiti. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU quer intensificação dos esforços para garantir acesso à água potável e ao saneamento adequado no Haiti. Na segunda-feira, Ban Ki-moon lançou uma campanha, em parceria com o governo, chamada "Saneamento Total".

Ao discursar em Los Palmas, Ban afirmou que a iniciativa é para todos os haitianos, em especial os mais vulneráveis, com o objetivo de melhorar os padrões de saúde e de saneamento nas áreas rurais do país.

Comunidades 

Com o apoio da ONU, a campanha vai custar cerca de US$ 4 por pessoa e deve alcançar áreas remotas e locais onde o cólera persiste. Com o Banco Mundial, a organização vai ajudar o governo do Haiti a implantar o projeto em 20 comunidades, cobrindo 3 milhões de famílias em cinco anos.

Ban Ki-moon também encontrou-se com famílias afetadas pela epidemia de cólera, doença que segundo ele, "continua afetando um número inaceitável de pessoas".

Queda 

Desde outubro de 2010, início do surto, houve 703 mil casos suspeitos, com 8,5 mil mortes. Em dezembro de 2012, Ban lançou uma iniciativa para eliminar o cólera no Haiti e na República Dominicana.

Esforços do governo haitiano e da comunidade internacional reduziram em 74% o número de casos nos primeiros cinco meses deste ano, na comparação com o mesmo período de 2013.

Eleições

Em reunião com o presidente do Haiti, Michel Martelly, Ban elogiou a redução dos casos e o compromisso dele para as eleições legislativas, em outubro. Segundo o secretário-geral, a estabilidade política é requisito chave para que o país continue no caminho do progresso.

Nesta terça-feira, ele deve encontrar-se com funcionários no Haiti e representantes da Missão de Estabilização das Nações Unidas, Minustah. Ban Ki-moon inaugura um centro esportivo ao lado do presidente do Comitê Olímpico Internacional, COI, Thomas Bach. E de tarde, Ban segue para a República Dominicana.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031