Ban "profundamente perturbado" com combates em local da queda de avião

Ouvir /

Chefe da ONU pede que todos os lados parem os confrontos para permitir trabalho de investigadores internacionais; em comunicado conjunto, Icao e outras organizações do setor disseram que queda do MH17 é "inaceitável".

Foto: Icao

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York*

O secretário-geral da ONU disse em nota nesta quarta-feira estar "profundamente perturbado" em saber que investigadores internacionais continuam sem acesso ao local da queda do voo MH17 da Malaysia Airlines.

Os profissionais estão sendo impedidos por causa de "pesados combates" na área. A queda do avião ocorreu em 17 de julho.

Ban lembra que ainda há restos mortais de vítimas para serem encontrados, assim como provas forenses. Com base na Resolução 2166 do Conselho de Segurança, ele pediu que todos os lados parem os combates perto do local para permitir o acesso irrestrito das equipes internacionais.

Comunicado

A Organização Internacional da Aviação Civil, Icao, juntamente com a Associação Internacional de Transporte Aéreo, Iata, e outras agências do setor, condenou fortemente "o uso de armas contra a aviação civil".

Em comunicado conjunto, os órgãos disseram que a "derrubada" do voo MH17 da Malaysia Airlines é "inaceitável", e enviaram condolências às famílias da tripulação e dos passageiros, que "perderam a vida no evento trágico".

Segurança

O texto afirma que ainda que a aviação seja a forma mais segura de transporte, o incidente com o MH17 levantou "preocupações" em relação a aviões civis para, a partir e sobre zonas de conflito.

A Icao lembrou os países de suas responsabilidades em lidar com qualquer risco potencial à aviação civil em seu espaço aéreo. O documento diz ainda reconhecer a "necessidade essencial" de informação e inteligência que possam afetar a segurança de passageiros e tripulação.

A organização, com apoio de parceiros da indústria, estabelecerá imediatamente uma força-tarefa de alto nível para abordar aspectos relacionados à aviação civil e segurança nacional. A Icao está convocando também uma Cimeira sobre segurança com todos os seus 191 Estados membros em fevereiro de 2015.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930