Unesco e Juventus na luta contra a discriminação

Ouvir /

Agência da ONU e time de futebol italiano firmaram parceria em favor da inclusão e para combater todas as formas de preconceito; semana que vem estrelas veteranas da equipe italiana e do Real Madri, da Espanha, vão se enfrentar numa partida para arrecadar fundos.

Irina Bokova e Angel Agnelli. Foto: Unesco/F.Gentile

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, e o time de futebol italiano Juventus estão juntos na luta contra a discriminação e na promoção da inclusão.

A parceria entre a Unesco e a Juventus foi firmada na quinta-feira na sede da agência da ONU, em Paris, pela diretora-geral, Irina Bokova e pelo presidente da equipe italiana, Andrea Agnelli.

Barreiras

Bokova afirmou que "o futebol tem uma incrível capacidade para quebrar barreiras e unir as pessoas". Ela disse que "a Unesco estava muito contente em unir forças com a Juventus, um dos gigantes do futebol, na luta contra a discriminação e também num esforço para criar sociedades mais inclusivas e justas".

Agnelli declarou que seu time adotou grande compromisso para combater a discriminação. Ele deixou claro que estava satisfeito em se juntar aos esforços da Unesco porque considera isso uma prioridade.

A embaixadora da Itália junto à Unesco, Vincenza Lamonaco, também presente ao encontro, disse que "este é o início de uma nova parceria que tem como objetivo mudar vidas para melhor".

Programa

A primeira atividade dessa parceria vai acontecer em 2 de junho, quando as estrelas veteranas do Juventus e do Real Madri, equipe espanhola, vão se enfrentar na Copa Unesco, no estádio da Juventus, em Turim, na Itália.

A renda do jogo será usada em programas para a reintegração de crianças-soldado no Mali e na República Centro-Africana. A meta é fornecer acesso a programas educacionais e também profissionais, como alvenaria e carpintaria.

A Juventus vai financiar ainda um programa global de pesquisa sobre o racismo e a discriminação no esporte. As conclusões serão publicadas num relatório da Unesco até o fim de 2015 para dar a governos e especialistas uma ideia sobre o problema.

O documento servirá também como um guia para erradicar a discriminação dos campos esportivos.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031