Secretário-Geral defende empregos decentes para os jovens

Ouvir /

Em Genebra, Ban Ki-moon pede aos governos mais investimentos que gerem trabalho para a população jovem, que segundo ele sofre uma "epidemia" de desemprego.

Secretário-geral em visita à Organização Internacional do Trabalho. Foto: OIT/Marcel Crozet

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU fez um discurso esta quarta-feira na sede da Organização Internacional do Trabalho, OIT. Em Genebra, Ban Ki-moon ressaltou que a comunidade internacional continua lutando para criar mais empregos, especialmente para os jovens.

Ban acredita que o trabalho decente é "a espinha dorsal" do desenvolvimento, mas que o mundo ainda enfrenta "o maior teste do nosso tempo".

Intolerância

O secretário-geral da ONU falou que ocorre atualmente "uma epidemia de desemprego entre os jovens", sendo que metade deles é formada por trabalhadores pobres ou desempregados.

Para Ban Ki-moon, o desemprego global entre jovens "é intolerável, especialmente para mulheres". Ele citou que em países ricos e pobres, a falta de emprego é a ponta do iceberg.

Ban destacou que muitos recebem baixos salários ou trabalham na economia informal, mas defendeu que o emprego decente é uma questão de dignidade e não apenas de dinheiro.

A representante da OIT em Genebra, Verónica Escudero, falou à Rádio ONU que a perspectiva de melhora está relacionada com a situação econômica.

"O mercado de trabalho em geral e para os jovens não vai melhorar diretamente, precisa de políticas específicas e políticas para promover o emprego. A OIT recomenda, no caso dos jovens, a implementação dos programas de garantia da juventude, que tiveram êxito nos países do norte da Europa e que são um conjunto de medidas projetadas para melhorar a integração dos jovens no mercado de trabalho."

Governos e Setor Privado

Nesta linha, o secretário-geral pediu aos governos mais investimentos no setor e destacou que as empresas privadas são chave para a criação de postos de trabalho.

Na sede da OIT, Ban Ki-moon lamentou crescer entre os jovens sentimentos de desafeto e frustração, citando que quase metade da população mundial tem menos de 25 anos de idade.

Ban explicou que as Nações Unidas estão implementando uma iniciativa, liderada pela OIT, sobre empreendedorismo para jovens e disse contar com a energia, liderança e criatividade desse grupo para ações que levem ao desenvolvimento sustentável.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031