Palestinos na Síria estão sem receber assistência há um mês

Ouvir /

Segundo Agência da ONU para Refugiados Palestinos, não está sendo possível realizar operações humanitárias no campo de Yarmouk; 18 mil civis estão sitiados no local, na periferia de Damasco.

Criança em Yarmouk. Foto: Unrwa/Rami Al-Sayyed

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Apesar de relatos de trégua entre o governo da Síria e grupos armados da oposição no campo de Yarmouk, os palestinos que vivem no local estão sem receber ajuda humanitária.

A Agência da ONU de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa, confirmou que a última vez que conseguiu entregar itens para a população local foi há um mês.

Condições

Segundo o porta-voz Chris Gunness, a Unrwa busca urgente o retorno e a ampliação de suas operações humanitárias dentro de Yarmouk, onde as condições continuam "terríveis", de acordo com ele.

São 18 mil civis sitiados no local, que fica na periferia de Damasco. A maioria é formada por refugiados palestinos, mas também há muitos sírios. A Unrwa está pronta para seguir com a resposta humanitária, tanto imediata quanto a longo prazo.

Antes da guerra civil síria, cerca de 160 mil palestinos viviam em Yarmouk. A intensidade dos conflitos levou 140 mil refugiados a deixar o local em dezembro de 2012, quando grupos da oposição estabeleceram presença na área, com forças do governo controlando o entorno do bairro.

 

 

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031