Em Moçambique, autoridades querem luta conjunta contra o trabalho infantil

Ouvir /

Unicef estima que mais de 215 milhões de crianças trabalhem no mundo; vários envolvidos são explorados e atuam em conflitos armados.

Trabalho Infantil. Foto: OIT

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

Na data em que se assinala o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, a Rádio ONU em Maputo ouviu algumas crianças que trabalham no mercado informal. Os entrevistados alegam terem abandonado a escola para trabalhar com vista a ajudar os familiares.

Crianças a Trabalhar

O trabalho infantil em Moçambique é também uma preocupação do setor da Mulher e Ação Social em particular o governo, devido a violação dos direitos da criança, uma vez que esta situação crítica faz com que esta tenha um fraco desenvolvimento físico, psicológico e integral.

Anastácia Mula, chefe do Departamento dos Assuntos da Criança no Ministério da Mulher e da Ação Social, afirma que a maior preocupação esta virada para as zonas rurais onde se regista o maior número de casos, segundo Instituto Nacional de Estatística.

Pobreza

"Sensibilizamos mais as famílias para mostra qual a importância que tem a criança de frequentar uma escola, de realizar as brincadeiras de sua própria faixa etária, porque o que acontece é que muitas crianças realizam trabalho infantil devido a problemas sóciais. Algumas delas são crianças que ficaram órfãs muito cedo, são chefes de agregados familiares, então tem uma das crianças tem que realizar algumas das actividades para garantir a sustentabilidade da própria família."

A responsável afirma ainda que ações contra o trabalho tnfantil devem ser conjuntas.

Sensibilização

"Hoje estamos com facilidade de educação gratuita, pelo menos no ensino primário, e muitas destas crianças nunca passaram da escola, e não se justifica dizer que a criança não foi a escola porque são obrigados a pagar, não se paga nada. Então existe essa facilidade mas temos que trabalhar no sentido de reverter a situação, começado pelas próprias famílias e mostrando que é importante que a criança estude dando toda explicação necessária para a valorização necessária dessa matéria ".

Já o sociólogo moçambicano Eugénio José Brás defende que além de uma luta concertada deve-se abordar a questão do trabalho infantil com um olhar na questão cultural.

Questão Financeira

"Por causa da questão cultural vemos crianças sendo conduzidas para alguma forma de trabalho remunerativo ou até as vezes sem remuneração. A visibilidade entre o trabalho infantil no campo e na cidade é diferente. No campo nós vemos as crianças fazendo parte dia-a-dia duma atividade quase tida como até tradicional cultural, nas cidades nós vemos elas fora de casa, num ambiente que envolve diretamente a questão financeira, dinheiro mesmo".

O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, 12 de junho, foi instituído em 2002 pela Organização Internacional do Trabalho, OIT.

De acordo com a agência das Nações Unidas, a data visa alertar a população para o facto de muitas crianças serem obrigadas a trabalhar diariamente quando deveriam estar na escola.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031