Em Assembleia do Meio Ambiente, Ban diz que chegou a hora de mudar

Ouvir /

Secretário-geral encerrou evento, na capital do Quênia, afirmando que forma atual de consumo no planeta tornou-se insustentavel; no sábado, ele participará de almoço sobre desenvolvimento inteligente do clima, em Nairóbi.

Ban Ki-moon discursa na Assembleia do Meio Ambiente. Foto: ONU/Eskinder Debebe

Mônica Villela Grayley, enviada especial da Rádio ONU a Nairóbi.

O secretário-geral das Nações Unidas encerrou a sessão da primeira Assembleia do Meio Ambiente, realizada pela ONU, em Nairóbi, capital do Quênia.

Em seu discurso, Ban Ki-moon disse aos ministros do Meio Ambiente e do Desenvolvimento, presentes ao encontro, que é hora de "mudar a forma como o mundo encara a questão do desenvolvimento sustentável".

Liderança

Para Ban, a mudança está no ar. As soluções existem e chegou a hora de liderar.

O chefe da ONU falou a 160 ministros de Estado e 1,2 mil participantes da Assembleia que começou na segunda-feira. O evento foi organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma.

Compareceram ao encerramento o presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, que prometeu continuar apoiando o trabalho do Pnuma. Segundo ele, o governo queniano irá engajar-se especialmente no combate ao crime ambiental, como por exemplo, o tráfico de espécies da fauna e da flora.

Padrões

Para Ban Ki-moon, a primeira Assembleia do Pnuma irá ajudar a formar as políticas nacionais sobre o meio ambiente. O secretário-geral lembrou que o mundo não pode seguir os padrões atuais de gerenciamento do planeta.

Segundo Ban, a medida que a população aumenta, é preciso reconhecer que o consumo dos recursos do planeta nao é mais sustentável.

O chefe da ONU resumiu alguns dos pontos deliberados pela primeira Assembleia do Meio Ambiente incluindo o tráfico ilegal de vida selvagem, os objetivos de desenvolvimento sustentável, padrões de consumo e producão e o Estado de direito.

Dificuldades

Ao pedir aos ministros que coloquem em prática as medidas acordadas na Assembleia em Nairobi, Ban reconheceu que a tarefa é difícil.


O chefe da ONU afirmou que o trabalho não sera fácil. Ele disse que os ministros terão que enfrentar interesses de vários setores e atitudes que precisam mudar. Mas segundo ele, é uma questão de advogar com mais força com interlocutores nas áreas de finança, agricultura, energia e comércio.

 

Ban Ki-moon encerrou o discurso lembrando que convocou para 23 de setembro chefes de Estado e de Governo para a Cimeira do Clima, que será realizada em Nova York.

 

Neste sábado, o secretário-geral participa de um almoço sobre desenvolvimento inteligente do clima. Este deve ser o ultimo compromisso de Ban antes de deixar o Quênia.

 

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031