Ébola infectou 528 e matou 337 pessoas em três países africanos

Ouvir /

OMS alertou que somente na última semana a doença causou a morte de 14 pessoas na Guiné-Conacri, na Serra Leoa e na Libéria; agência fornece apoio técnico aos Ministérios da Saúde para evitar a transmissão do vírus.

Em abril deste ano, jovens da Guiné-Conacri relataram que organizações internacionais foram até suas escolas e os ensinaram formas de proteção contra o ébola. Foto: OMS/T. Jasarevic

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque*

A Organização Mundial da Saúde, OMS, alertou que o vírus ébola já matou 337 pessoas e infectou 528 na Guiné-Conacri, na Serra Leoa e na Libéria.

Depois da confirmação de mais 47 casos e o registo de 14 mortes na última semana, a agência e parceiros fornecem apoio técnico aos Ministérios da Saúde dos três países para evitar a transmissão do vírus.

Especialistas

A OMS também ajuda os governos a lidar com casos de resistência em algumas comunidades, tendo anunciado o envio de mais especialistas em epidemiologia, gestão e logística para a região.

Na Guiné-Conacri foram registados 398 casos de infecção até ao momento, com 264 mortes. A cidade de Guéckédou lidera as ocorrências seguida da capital, Conacri.

Em Serra Leoa, os números são menores, com 97 casos e 49 mortes devido à doença. Na Libéria, as autoridades de saúde disseram que 33 pessoas foram contaminadas pelo vírus que fez 24 mortos.

Reunião

A próxima reunião para avaliar a situação nos três países decorre na próxima segunda-feira.

Apesar dos novos casos, a OMS não recomenda nenhuma restrição de viagens ou de comércio na região das nações africanas.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031