Unodc: América do Norte e Ásia lideram apreensão de metanfetaminas

Ouvir /

Relatório da agência da ONU afirma que Brasil foi responsável por quase metade das apreensões feitas nas Américas do Sul, Central e Caribe; documento cita crescimento do tráfico de anfetaminas do México, Oriente Médio e oeste da Ásia e África para o Japão e outros mercados.

Avaliação Global de Drgas Sintéticas. Foto: Unodc

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Um relatório do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, afirmou que a América do Norte e a Ásia lideram as apreensões de metanfetaminas.

Somente na Ásia, o documento diz que as apreensões triplicaram nos últimos cinco anos chegando a 36 toneladas. A China é responsável por 16 toneladas, 45% do total do continente.

Brasil

A Avaliação Global de Drogas Sintéticas- Anfetaminas e Substâncias Psicoativas, foi divulgada esta terça-feira em Tóquio, no Japão.

O relatório diz que o Brasil foi responsável pela apreensão de quase metade de toda a anfetamina confiscada nas Américas do Sul e Central e no Caribe entre 2008 e 2012. Em segundo lugar ficou a Argentina com 22%.

O documento citou que o "ecstasy" foi a substância mais apreendida e é a mais consumida entre os jovens brasileiros entre 10 e 19 anos, só perdendo para drogas como a cocaína e a maconha, que é a mais usada.

O Unodc afirmou que um laboratório para a produção de "ecstasy" e metanfetaminas foi descoberto e destruído no país. Além disso, as apreensões de metanfetaminas aumentaram de 1Kg em 2010 para 12 Kg em 2012.

O Brasil também é citado no relatório como ponto de origem de tráfico de anfetaminas para Itália, Portugal e Filipinas. As autoridades acreditam que o material teria como destino final a China.

Fazendo o caminho inverso, o relatório diz que o Brasil seria o destino final de comprimidos de "ecstasy" apreendidos na França, na Alemanha e em Portugal.

África

A agência da ONU revela que apesar de ter dados limitados sobre o tipo de substâncias em geral na África, o problema parece menor do que em outras partes do mundo.

Moçambique aparece como o quarto principal destino de estimulantes tipo anfetaminas apreendidos na Nigéria entre 2009 e 2013. A África do Sul lidera a lista seguida pela Malásia e o Japão.

EUA e Canadá

A América do Norte tem os Estados Unidos e o Canadá como os maiores e mais diversificados mercados mundiais para novas substâncias psicoativas. Os registros dos dois países apontam que a circulação quase quadruplicou entre 2010 e 2013.

O estudo realça que o crime organizado está traficando cada vez mais metanfetamina de pontos como México, Oriente Médio, Sul e Oeste da Ásia e África Ocidental. O destino é o Japão e outros mercados lucrativos no Leste e Sudeste da Ásia e Oceânia.

Por outro lado, o Unodc afirmou que surgiram novas rotas de abastecimento internacionais das Américas e da África Ocidental para a Ásia.

*Apresentação: Edgard Júnior.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031