Unicef: quase 3 milhões de recém-nascidos poderiam ser salvos por ano

Ouvir /

Relatório preparado pela revista especializada The Lancet afirma que esses bebês teriam condições de sobreviver se recebessem cuidados médicos de qualidade; morte de recém nascidos corresponde a 44% dos falecimentos de crianças menores de cinco anos.

Foto: Unfpa

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que a maioria dos quase 3 milhões de recém-nascidos que morrem com menos de um mês de vida, poderia ser salva.

Segundo relatório preparado pela revista especializada The Lancet, essas mortes seriam evitadas se os bebês recebessem cuidados médicos de qualidade no momento do parto.

Índia

O Unicef informou que as mortes de recém-nascidos correspondem a 44% dos falecimentos registrados entre as crianças com menos de cinco anos. Essas fatalidades acontecem com maior frequência entre as populações mais pobres e vulneráveis.

O país com maior registro de mortes no parto por ano é a Índia, com 779 mil, seguida da Nigéria com 267 mil e do Paquistão com 202 mil. O sul da Ásia e a África Subsaariana são as regiões com os piores índices.

O documento mostrou que os países que conseguiram os maiores progressos para salvar as vidas dos recém-nascidos deram atenção especial a este grupo como parte dos cuidados de saúde fornecidos às mães e a todas as crianças menores de cinco anos.

Recursos

O chefe do Programa Global de Saúde do Unicef, Mickey Chopra, disse que esse grupo de crianças necessita de atenção e recursos. Ele afirmou as autoridades devem focalizar o período crucial entre o parto e as primeiras horas de vida.

Se isto for feito, o médico declarou que as chances da mãe e do bebê sobreviverem será muito maior.

De acordo com o Unicef, 2,9 milhões de bebês morrem todos os anos nos 28 primeiros dias de vida. Quase metade morre porque o coração parou de bater na hora do parto.

A agência da ONU diz que as primeiras 24 horas depois do nascimento são as mais perigosas para a mãe e para a criança. Quase 50% dos falecimentos ocorrem nesse período.

O relatório do The Lancet afirma que entre as intervenções mais eficazes para salvar os recém-nascidos estão a amamentação e o chamado "cuidado cangurú", que é o contato de pele prolongado entre mãe e filho.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031