Relatório da OMS aponta queda de 45% no número de mortes maternas

Foto: ONU/Martine Perret

Um novo relatório da ONU mostrou um avanço na luta contra a morte materna, que registrou uma redução de 45% em todo o mundo entre 1990 e 2013.

Segundo as Nações Unidas, 289 mil mulheres morreram no ano passado devido a complicações na gravidez ou no parto. Isso representa 33 mortes por hora no mundo inteiro. Em 1990, foram registradas 523 mil mortes.

O documento diz que 10 países são responsáveis por 60% das mortes maternas. Em primeiro lugar está a Índia com 50 mil óbitos por ano, seguida da Nigéria, da República Democrática do Congo, da Etiópia e da Indonésia.

Um outro estudo feito pela Organização Mundial da Saúde, OMS, fornece mais detalhes sobre as razões dessas mortes.

O documento, cujo título é “Causas Globais da Morte Materna: Análise Sistemática da OMS”, mostra que um em cada quatro óbitos foi causado por problemas médicos preexistentes.

Confira mais informações com Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York, para o Jornal da Globo News.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031