ONU diz-se pronta para ajudar após queda de edifício na Coreia do Norte

Ouvir /

Não há clareza sobre número de vítimas mas estima-se que ultrapassem os 100; secretário-geral disse que seus pensamentos e orações estão com as vítimas e as suas famílias.

Bandeira da Coreia do Norte.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas garantiu solidariedade ao Governo da Coreia do Norte e a oferta de assistência das Nações Unidas após o colapso de um prédio em Pyongyang.

Na nota, emitida pelo seu porta-voz, nesta segunda-feira, Ban Ki-moon disse ter sido com profunda tristeza que tomou conhecimento da perda de vidas e dos ferimentos.

Falta de Clareza

De acordo com a media estrangeira, a agência noticiosa norte-coreana teria anunciado, este domingo, o incidente ocorrido na terça-feira passada.

Os relatos mencionam não há haver clareza sobre o número de afetados, mas apontam que podem ter havido mais de 100 mortes entre os moradores do edifício do distrito de Phyongchon.

Construção

As agências de notícias informaram que as autoridades norte-coreanas pediram desculpas pela queda do bloco de apartamentos, apontando para construção "não apropriada". Estas, atribuem ainda o colapso à "supervisão e controlo feitos de forma irresponsável."

O secretário-geral disse que os seus pensamentos e orações estão com as vítimas e as suas famílias.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031