Ministros da Cplp querem fortalecer área de saúde com projetos comuns

Ouvir /

Declaração foi feita em Genebra durante encontro paralelo à Assembleia Mundial da Saúde; autoridades dos países de língua portuguesa falaram sobre desafios e como combatê-los.

Encontro dos ministros da Saúde em Genebra. Foto: OMS

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A coordenadora da rede de informação em português da Organização Mundial da Saúde, OMS, Regina Ungerer, afirmou que os ministros da Saúde dos oito países lusófonos querem fortalecer a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp.

A declaração foi feita num encontro paralelo a 67ª Assembleia Mundial da Saúde, que está acontecendo em Genebra.

Debates

Os ministros se reuniram para debater problemas e coordenar medidas de ajuda e cooperação com a OMS para combater doenças.

De Genebra, em entrevista à Rádio ONU, Regina Ungerer disse que entre as conclusões do grupo está também criar mais sinergias para evitar a duplicação do trabalho.

"O que fazer é: fortalecer a Cplp, setor da saúde. E junto com a Rede em português (da OMS)  vamos criar mais sinergias e trabalhar juntos em vez de duplicar atividades. O Plano Estratégico de Cooperação e Saúde tem sete eixos estratégicos, que é a rede da malária, a rede de HIV/Aids, fortalecimento dos técnicos em saúde, comunicação e informação, fortalecimento dos recursos humanos e assim vai." 

Próximos Passos

A médica da OMS deu detalhes sobre os próximos passos que serão adotados pela agência da ONU.

"O que nós vamos tentar agora, a pedido ministros, vamos contatar as pessoas responsáveis nos respectivos países e na sede da Cplp em Lisboa. Vamos sentar e vamos dizer: como

Regina Ungerer Foto: OMS

nós podemos colaborar? Guiné-Bissau precisa daquilo, Cabo Verde daquilo, Moçambique daquilo, a OMS pode oferecer isso. Sentar juntos e trabalhar juntos, eu acho que essa é a melhor maneira de nós trabalharmos."

Cobertura de Saúde

Regina Ungerer falou também sobre um dos temas principais da Assembleia Mundial da Saúde, a cobertura universal de saúde.

"Este ano particularmente nós estamos focalizando todos os sistemas voltados para a cobertura universal de saúde. Margaret Chang, a diretora-geral da OMS, está muito interessada em fortalecer a cobertura universal de saúde, colaborar com os países para que eles consigam o máximo possível dessa cobertura."

Ungerer disse ainda que Margaret Chan considera que a  cobertura universal é o conceito isolado mais poderoso que pode ser dado para a saúde pública.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031