Em Roma, Ban alerta para 1 milhão de sul-sudaneses em risco de fome

Ouvir /

Secretário-geral disse que país pode enfrentar uma calamidade de segurança alimentar; crises na República Centro-Africana e na Síria abordadas por agências da ONU e parceiros.

Ban Ki-moon discursa no Comité Mundial de Segurança Alimentar. Foto: ONU

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O secretário-geral das Nações Unidas advertiu que até 1 milhão de pessoas correm o risco de passar fome nos próximos meses no Sudão do Sul.

O país foi destacado durante o discurso de Ban Ki-moon no Comité Mundial de Segurança Alimentar, em Roma. O apelo de ajuda imediata lançado pelo chefe da ONU visa o fim da fome e da desnutrição no mundo.

Conflito

A participação no encontro ocorreu um dia depois da visita de Ban ao mais novo país africano. Ele manteve contacto com parte dos 80 mil deslocados do conflito abrigados nas instalações da ONU.

Para o responsável, o Sudão do Sul está à beira de uma calamidade de segurança alimentar. O secretário-geral disse que é necessário apoiar os que vivem fora dos portões dos complexos da ONU.

Plantio

O chefe da ONU realçou que a situação só vai piorar devido aos combates, que são um obstáculo para o plantio durante a estação chuvosa em curso no Sudão do Sul.

O pronunciamento aponta que não se pode eliminar a pobreza extrema ou alcançar o desenvolvimento sustentável sem alimentação e nutrição adequada, daí a importância da segurança alimentar na agenda global.

O representante disse que não pode haver paz ou segurança quando uma em cada oito pessoas passa fome.

Além do Sudão do Sul, as agências da ONU e vários parceiros humanitários discutiram as crises da República Centro-Africana e da Síria.

*Apresentação: Denise Costa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031