Comboio com inspetores de armas da ONU-Opaq é atacado na Síria

Ouvir /

Funcionários se dirigiam a um dos locais onde possivelmente houve ataque com gás cloro; todos passam bem e já retornam para a base.

Especialistas da Opaq e da ONU em Damasco. Foto: ONU/Hend Abdel Ghany

Um comboio com inspetores das Nações Unidas e da Organização para Proibição de Armas Químicas, Opaq, sofreu um ataque na manhã desta terça-feira, hora local na Síria.

O grupo estava viajando para checar alegações sobre o uso de gás cloro no país e seguia para um dos locais, onde pode ter havido esse ataque. Todos os funcionários da missão ONU-Opaq estão seguros, passam bem e já retornam para a base de operações.

Preocupação

Após o ataque, o diretor-geral da Opaq, Ahmet Üzümcü, declarou estar preocupado com os integrantes da missão e fez um novo apelo a todos os lados por cooperação com a ONU-Opaq.

Üzümcü lembrou que os inspetores estão na Síria para estabelecer fatos relacionados "a alegações persistentes de ataques com gás cloro".

O diretor da Opaq afirmou que a segurança da equipe é preocupação principal e por isso, é "imperativo a todos os lados em conflito que concedam aos inspetores da missão acesso seguro" na Síria.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031