ONU destaca a mulher ao assinalar data consagrada à luta antiminas

Ouvir /

Dia Internacional de Sensibilização ao Perigo das Minas e Assistência é marcado neste 4 de abril; 161 países estão vinculados pela Convenção sobre o Banimento de Minas Antipessoal, 15 anos após a sua entrada em vigor.

Mulher tira areia de morteiro durante demonstração do Serviço de Ação contra as Minas da ONU. Foto: ONU/Tobin Jones

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas destacam o papel da mulher na salvaguarda da terra nas celebrações do Dia Internacional de Sensibilização ao perigo das Minas e Assistência.

Em mensagem para marcar este 4 de abril, o Secretário-Geral pediu mais medidas para envolver o grupo em níveis mais elevados da ação contra os engenhos.

Visão Global

O apelo de Ban Ki-moon é por uma decisão de mobilizar de recursos, parceiros e para que haja avanços na visão global por um planeta livre de minas.

A Rádio ONU, em Maputo, conversou com o encarregado de programas da Rede para Assistência às Vitimas de Minas em Moçambique, Ravim. Manuel Amisse falou do apoio aos sobreviventes dos explosivos pela ONG do país, que está entre os cinco mais afetados do mundo.

"A assistência não se cinge somente na reabilitação das pessoas. Mas também é preciso verificar as suas condições económicas e as possibilidades de formação destas pessoas, dando kits ou empregos de autossustentabilidade. Isso seria de responsabilidade do governo mas, o que temos é que buscar alguns meios e possibilidades", disse.

Para Ban Ki-moon, as autoridades devem fazer mais para abordar o género na ação contra os engenhos através dos seus programas e da implementação da Convenção sobre a Proibição de Minas Antipessoal.

Convenção

O chefe da ONU disse que 15 anos após a entrada em vigor do documento é encorajador o facto de 161 Estados estarem vinculados na presente Convenção, tendo apelado ao demais a seguir o seu exemplo.

Ban disse que deve servir de inspiração a adesão de novos membros à Convenção sobre Munições de Fragmentação, a Convenção sobre Certas Armas Convencionais e outros instrumentos internacionais para a eliminação de ameaças causadas por explosivos remanescentes de guerra.

Efeitos

Ainda em relação à participação feminina, Ban afirmou que em todo o planeta as mulheres são fundamentais na união para limpar as minas terrestres e proteger contra os seus efeitos indiscriminados.

O papel do grupo inclui ensinar as pessoas a viver seguras nas áreas afetadas, a assistência às vítimas e a desativação das minas terrestres e de outros engenhos explosivos.

Ban destacou a diferença nas necessidades de mulheres e das meninas na educação sobre os riscos das minas e nos grandes desafio por elas enfrentados a seguir à morte ou ferimento de um membro da família.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031