Acidentes de trabalho matam uma pessoa a cada 15 segundos

Ouvir /

O cálculo é da Organização Internacional do Trabalho e marca o Dia Mundial para Segurança e Saúde no Trabalho, OIT apoia medidas do Brasil sobre construções para a Copa do Mundo.

Foto: OIT

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A Organização Internacional do Trabalho calcula que 2,3 milhões de pessoas morram por ano devido a acidentes e doenças relacionadas ao exercício da profissão. Já o número anual de casos não fatais chega a 160 milhões.

A OIT afirma que o prejuízo com perda da produtividade e outros custos indiretos, após acidentes de trabalho ou doenças, é de US$ 2,8 trilhões. A quantia equivale a mais de R$ 6 trilhões ou 4% do PIB global.

Prevenção

Nesta segunda-feira, Dia Mundial para Segurança e Saúde no Trabalho, a agência reitera o direito de todos os trabalhadores a um ambiente seguro. Em entrevista à Rádio ONU, o vice-diretor da OIT em Nova York, Vinícius Pinheiro, comentou os números.

"A cada 15 segundos, um trabalhador morre por conta de um acidente de trabalho. É fundamental que os governos, trabalhadores e empregadores se comprometam a adotar políticas de prevenção desses acidentes. A melhor medida é evitar que o acidente ocorra."

Brasil 

Vinicíus Pinheiro afirmou que a OIT apoia as medidas do governo brasileiro para a prevenção de acidentes durante construções relacionadas à Copa do Mundo.

"O governo brasileiro assinou um compromisso pelo emprego e pelo trabalho decente na Copa do Mundo, que inclui medidas específicas para prevenir que ocorram acidentes e doenças do trabalho. E a OIT está apoiando o governo em termos de política de prevenção em relação a este tema."

Químicos

Neste ano, a OIT também chama a atenção para os riscos envolvidos no uso de químicos durante os processos de produção, como na fabricação de medicamentos e de pesticidas.

O diretor da OIT, Guy Rider, lembra que substâncias químicas são componentes essenciais de vários produtos que já são parte do nosso cotidiano. Mas ainda assim, os químicos geram riscos para trabalhadores e meio ambiente.

O câncer está entre um dos principais perigos para a saúde, além de danos físicos causados por acidentes com essas substâncias inflamáveis. 

Intoxicação

A OIT também destaca que os químicos podem contaminar o meio ambiente e a vida marinha. Muitos incêndios e explosões ocorrem após o controle inadequado das substâncias químicas, por isso a organização pede maior ação global para conter esses riscos.

No Dia Mundial, a agência lembra que os funcionários expostos diretamente a substâncias perigosas têm o direito de trabalhar num ambiente seguro e devem ser informados, treinados e protegidos corretamente.

Um levantamento feito há 10 anos pela Organização Mundial da Saúde mostrou que 5 milhões de mortes no trabalho estavam relacionadas à exposição a substâncias químicas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031