Observadores portugueses irão monitorar novas eleições na Ucrânia

Ouvir /

País deverá eleger um novo presidente no próximo 25 de maio; Portugal e Cabo Verde foram únicos países da Cplp a apoiar resolução da Assembleia Geral que condenou referendo na Crimeia.

Conselho de Segurança debate a crise na Ucrânia. Foto: ONU/Eskinder Debebe

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Portugal anunciou que enviará observadores às eleições presidenciais da Ucrânia, marcadas para o próximo 25 de maio.

A informação foi dada à Rádio ONU pelo embaixador do país junto à organização, Álvaro Mendonça e Moura.

Influência

Portugal e Cabo Verde votaram a favor de uma resolução adotada pela Assembleia Geral condenando a realização do referendo popular que decidiu pela independência da Crimeia.

Para o embaixador Álvaro Mendonça e Moura, a medida destaca a importância dos princípios da ONU como por exemplo o respeito à integridade territorial.

"Vamos disponibilizar três observadores de longa duração para acompanharem as próximas eleições na Ucrânia. Mas, efetivamente, aqui o que há a fazer, é fazer um pedido a todos aqueles que têm alguma influência sobre a situação na Ucrânia para que apliquem os princípios da carta das Nações Unidas que no fundo são a resolução pacífica de conflitos e o respeito pela integridade territorial dos países."

Relatório

Na quarta-feira, 16 de abril, o Conselho de Segurança voltou a se reunir para debater a crise na Ucrânia, um dia após a divulgação do relatório da ONU sobre a situação dos direitos humanos no país.

De acordo com o documento, um misto de contrainformação, propaganda e incitamento ao ódio tem agravado a crise política e levado a um novo aumento de tensões. Os especialistas também manifestaram preocupação com o asssassinato de 90 pessoas em apenas dois dias no mês de fevereiro, possivelmente por francoatiradores.

Segundo agências de notícias, nessa quarta-feira, militantes pró-Rússia apreenderam seis veículos blindados. O incidente ocorreu um dia após militares ucranianos terem iniciado uma operação para retirar manifestantes pró-Rússia de prédios públicos no leste da Ucrânia.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031