Missão já retirou 80% das armas químicas da Síria

Ouvir /

ONU-Opaq anunciou que material foi destruído ou removido do país; segundo chefe da missão, Sigrid Kaag, operação pode ser completada nos próximos dias.

Sigrid Kaag (centro). Foto: ONU-Opaq

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Foi anunciado este sábado a remoção ou destruição de 80% das armas químicas da Síria, trabalho liderado pela Missão Conjunta das Nações Unidas e da Organização para Proibição de Armas Químicas, ONU-Opaq.

A coordenadora da missão, Sigrid Kaag, afirmou inclusive que a remoção completa do arsenal pode ocorrer nos próximos dias. Com isso, a ONU-Opaq deve cumprir o prazo para a destruição total do programa de armas químicas da Síria, que termina em 30 de junho.

Gás Mostarda

Segundo Kaag, "o ritmo renovado dos trabalhos é positivo e necessário para garantir progressos" dentro de um prazo tão curto.

A ONU-Opaq anunciou ainda que a Síria completou a destruição dos recipientes com gás mostarda e avançou no fechamento de locais onde eram produzidas e armazenadas as armas químicas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031