Guiné-Conacri regista 108 mortes por ébola

Ouvir /

Ministério da Saúde do país informou que número de infecções chegou a 168; Libéria e Mali também registaram casos da doença.

Especialista analisa amostras de casos suspeitos de ébola. Foto: OMS/G. Smyth

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Ministério da Saúde da Guiné-Conacri informou esta terça-feira que a epidemia de ébola matou 108 pessoas até ao momento no país. Foram registrados 168 casos da doença.

Os dados mostram um aumento em relação aos registos feitos há apenas três dias. Os testes continuam a ser realizados em laboratórios espalhados por várias cidades.

Pacientes

Segundo o Escritório da Organização Mundial da Saúde para a África, seis distritos da Guiné-Conacri contabilizaram pacientes. Em Conacri, a capital, dos 31 casos registados, 22 foram confirmados.

O Ministério da Saúde da Libéria informou que foram detectados 26 pessoas com o vírus e 13 mortes.

No Mali, as autoridades de saúde disseram que o país teve 6 casos suspeitos de ébola. Já na Serra Leoa, a OMS informou que não houve nenhuma mudança na situação do ébola.

Apesar dos acontecimentos, a Organização Mundial da Saúde não recomenda qualquer restrição de viagem ou de comércio contra a Guiné-Conacri, Libéria, Mali ou Serra Leoa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031