Brahimi lamenta interrupção das negociações na cidade velha de Homs

Ouvir /

Enviado da ONU e da Liga Árabe diz que região síria é novamente palco de mortes e destruição; ele pede às autoridades do país e aos representantes dos civis sitiados que retomem o diálogo.

Alguns civis conseguiram deixar Homs em fevereiro. Foto: Crescente Vermelho/B. AlHafez

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria divulgou esta quinta-feira, em Genebra, um comunicado lamentando a pausa nas negociações sobre os civis que estão sitiados na cidade velha de Homs.

Segundo Lakhdar Brahimi, as discussões recentes entre autoridades sírias e o comitê que representa os civis e os combatentes foram seguidas de "muito interesse e esperança" por todos na Síria e no mundo.

Tragédia

O enviado notou que até a mídia estatal em Damasco escreveu de maneira positiva sobre o processo. Mas Brahimi "lamenta profundamente" que as negociações "tenham sido interrompidas bruscamente" e que a violência volte a ser frequente, justamente quando um acordo parecia tão próximo.

Para Brahimi, é "alarmante" que Homs, cuja população tem sofrido tanto nos últimos três anos, seja novamente palco de morte e destruição. O enviado disse que já foi pedida ajuda a todos que poderiam contribuir para o "fim desta tragédia".

Lakhdar Brahimi faz um novo apelo a todos os lados em conflito, para que retomem as negociações e completem o acordo que estava quase para ser assinado.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031