Apelo ao reforço da integração na Semana Africana de Vacinação

Ouvir /

Pedido aos países foi feito pela Organização Mundial da Saúde; agência insta indivíduos a concluir calendário de vacinação; anualmente, processo evita entre 2 e 3 milhões de mortes.

Graças à imunização, entre 2 e 3 milhões de mortes são evitadas anualmente. Foto: OMS/R. Barry

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Decorre até o próximo sábado, em vários países, a Semana Africana de Vacinação. Para a iniciativa continental iniciada esta terça-feira, a Organização Mundial da Saúde, OMS, definiu como lema "Vacinação – Uma Responsabilidade Partilhada".

De acordo com a agência, a intenção é destacar o papel e a importância da participação de governos, profissionais de saúde, pais, famílias e comunidades no apoio à imunização.

Doenças Evitáveis

A agência realça o envolvimento de todos na luta contra as doenças evitáveis pela ação. O destaque vai para poliomielite, tosse convulsa, sarampo, tétano, difteria, gripe, diarreia, pneumonia, hepatite e cancro cervical.

A nota da agência da ONU encoraja os países a reforçar a integração das atividades de vacinação e intervenções essenciais. Já os indivíduos são instados a completar o calendário de vacinação.

Semana Mundial

Em comunicado separado, a agência revela que, graças à imunização, sejam anualmente evitadas entre 2 e 3 milhões de mortes. A Semana Mundial de Vacinação decorre de 24 a 30 de abril.

Apesar da disponibilidade de vacinas melhoradas, a OMS estima que uma em cada cinco crianças não façam parte do processo.

A falta de conhecimento é a razão principal para que, concientemente, não sejam vacinados vários adultos e crianças.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031