Angola regista avanços nas Metas do Milénio, mas ainda tem desafios

Ouvir /

Coordenadora do Sistema das Nações Unidas no país africano diz que nação de língua portuguesa tem avançado nos últimos 12 ano de paz; mas para Maria do Valle Ribeiro, ainda a trabalho a fazer como reduzir os altos  índices de mortalidade materno-infantil.

Bandeira de Angola

Matilde Rosa, da Rádio ONU em  Luanda.*

Angola está a registar progressos importantes no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio embora ainda haja muitas tarefas a realizar.

A declaração é da coordenadora do Sistema das Nações Unidas em Luanda, Maria do Valle Ribeiro.

Insegurança Alimentar

Ela enalteceu os progressos em vários setores.

"Em quase todo os indicadores, Angola tem feito progressos. A tendência é de melhorar. Em alguns, fez um progresso significativo, a dizer mesmo na redução do número de pessoas em situação de insegurança alimentar. No cálculo do número de pessoas vivendo com menos de US$ 2 por dia. Por exemplo, são 37 por cento da população, mas ainda assim são mais de 6 milhões de angolanos. O nível de mortalidade materna continua a ser muito preocupante. Por certo, houve uma redução, mas ainda é preciso mais investimento, mais forças a todos os níveis, para realmente conseguir uma redução significativa e uma melhoria desses indicadores."

Em 2015, as Nações Unidas irão encerrar o prazo para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, que incluem um conjunto de oito metas sendo a primeira delas a redução da pobreza e da fome extremas.

Especialistas da ONU e os países-membros da organização já estão a debater a redação dos novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que deverão vigorar a partir de 2015.

*Com reportagem da Rádio Nacional de Angola.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031