Acnur abre segundo escritório no Brasil

Ouvir /

São Paulo foi o Estado escolhido pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados e pela Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania; região é a que mais recebe refugiados no país.

Refugiados encontram-se com membros da comunidade síria no centro de São Paulo. Foto: Acnur Brasil.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, abriu um escritório em São Paulo, o segundo no país, em parceria com a secretaria estadual de Justiça e Defesa da Cidadania.

A decisão foi tomada porque o Estado é o que mais recebe solicitantes de refúgio.

Passo Importante

O evento contou com a participação do representante do Acnur no Brasil, Andrés Ramirez, da secretária de Justiça e Defesa da Cidadania, Eloísa de Sousa Arruda entre outras autoridades.

Ramirez afirmou que esse é um passo importante em prol dos refugiados. A secretária paulista disse que acolher o escritório do Acnur foi uma forma de reconhecimento ao trabalho realizado pela agência da ONU no Brasil.

De todas as solicitações de refúgio registradas no Brasil em 2013, cerca de 4,7 mil, 24% foram recebidas em São Paulo.

O Estado abriga hoje aproximadamente 2,1 mil refugiados cadastrados sob o atendimento da organização Caritas, na capital, e do Centro de Defesa dos Direitos Humanos, no interior.

Esses refugiados chegaram de diversos países da África, Ásia, Oriente Médio, Europa e América Latina.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031