Eliasson diz que consolidação da paz envolve várias ações políticas

Ouvir /

Vice-secretário-geral da ONU afirmou no Conselho de Segurança que são necessárias medidas que promovam desenvolvimento; ele citou como exemplos os trabalhos feitos no Timor-Leste e na Serra Leoa.

Antonio Patriota

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson, afirmou que a consolidação da paz está no centro das aspirações das Nações Unidas em países que estão saindo de conflitos.

Em pronunciamento no Conselho de Segurança, Eliasson disse que a consolidação da paz envolve desenvolvimento que devem ser tomadas pela ONU e pelos países.

Violência e Desenvolvimento

O vice-secretário-geral deu como exemplo os trabalhos feitos no Timor-Leste e na Serra Leoa. Segundo ele, as operações para consolidação da paz podem evitar a volta da violência e impulsionar o desenvolvimento do país.

Ao mesmo tempo, Eliasson citou os recentes conflitos na República Centro- Africana e no Sudão do Sul como demonstrações de ambientes imprevisíveis para a consolidação da paz e também dos grandes riscos que estão associados.

O embaixador brasileiro junto à ONU e presidente da Comissão de Consolidação da Paz, Antonio Patriota, fez um relato sobre as operações gerais.

Estabilização

Patriota explicou que a consolidação da paz é uma expressão que significa que a resposta a um conflito deve ser versátil e mantida durante um longo período.

Falando em inglês, o embaixador afirmou que as recentes crises na República Centro-Africana e no Sudão do Sul mostram a importância de um exame cuidadoso dos esforços de estabilização.

Ele fez um apelo à continuação de um engajamento coletivo e persistente para lidar com as deficiências sistemáticas encontradas nos países.

Guiné-Bissau

Já em outro país de língua portuguesa, a Guiné-Bissau, Patriota mencionou a importância de um processo político inclusivo. Na visita que fez ao país, ele disse que ficou impressionado com o potencial de contribuição de organizações de mulheres.

Segundo o embaixador, essa participação feminina ajudou a fortalecer o papel da mulher na economia e está ajudando também na formação de uma cultura política inclusiva, reunindo diferentes etnias, religiões e afiliações políticas.

Patriota citou ainda o avanço em Serra Leoa e no Burundi dizendo que os dois países estão se aproximando de uma transição de missões da ONU de segurança e política para uma orientação com vista ao desenvolvimento.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031