Após cheias na Bolívia, OIM constrói campos para 68 mil desabrigados

Ouvir /

Cerca de 130 municípios foram atingidos pelas fortes chuvas, que mataram 60 pessoas; junto com o governo, Organização Internacional para Migrações monta abrigos temporários para as famílias.

Bolivianos vão receber abrigo. Foto: Banco Mundial

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Cerca de 130 municípios da Bolívia foram atingidos por fortes chuvas em fevereiro, que causaram a morte de 60 pessoas e deixaram 68 mil famílias desabrigadas.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, trabalha em conjunto com o governo para construir abrigos temporários para a população que perdeu sua casa.

Tendas

O projeto é financiado pela Agência Espanhola para Cooperação Internacional. Segundo a OIM, a cidade de Trinidad foi uma das mais atingidas pelas enchentes. Lá, a agência e parceiros do governo montaram um acampamento modelo com capacidade para 250 tendas tamanho família.

Um segundo campo, para 500 tendas, está quase pronto na cidade de Guayaramerín. A OIM fornece treinamento para os militares encarregados de montar os abrigos e também levou o material necessário para garantir eletricidade nos acampamentos.

Serviços de água e de saneamento estão sendo fornecidos em parceria com a ONG Ação Contra a Fome, e as crianças terão transporte para ir à escola.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031