Angola quer estar no Bureau da Comissão sobre o Estatuto das Mulheres

Ouvir /

Revelação da ministra da Família e Promoção da Mulher ocorre há um ano do fim do mandato do presente bureau; das famílias nunca são abordadas com profundidade.

Filomena Delgado

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Angola anunciou, esta quinta-feira, a intenção fazer parte do Bureau da Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto das Mulheres, CSW.

Em entrevista exclusiva à Rádio ONU, em Nova Iorque, a ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, disse que vai abordar a candidatura angolana com a liderança da ONU Mulheres.

Família

"Nem tudo o que nós temos em carteira é transmitido. Em grupos podemos trabalhar muito mais. É esse o objetivo que pretendemos. E, se calhar, influenciar outras temáticas por exemplo, sinto que as questões das famílias nunca são abordadas com profundidade. Nunca houve um tema específicamente direcionado à família, que joga um papel muito importante na criação das condições para a harmonização da sociedade", disse.

Os cinco membros do órgão têm um mandato de dois anos, no qual estão incumbidos de facilitar a preparação e garantir o êxito das sessões anuais do evento. O mandato do presente bureau termina na reunião de 2015.

A decorrer até 21 de março, a presente sessão da Comissão reúne 6 mil representantes dos 193 Estados-membros das Nações Unidas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031