Acnur alarmado com impacto da onda de violência na Nigéria

Ouvir /

Depoimentos de recém-chegados ao Níger dão conta de cadáveres espalhados e tiroteios em aldeias do estado nordestino de Borno; país vizinho acolheu 2 mil nigerianos nas últimas semanas.

Refugiados nigerianos no Níger. Foto: Acnur

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, disse estar cada vez mais alarmado com o impacto da violência no leste da Nigéria.

A agência cita refugiados recém-chegados a dar conta de atrocidades nas ilhas e nas margens do Lago Chade, no estado nordestino de Borno. Os ataques registados nos últimos dias iniciaram em meados de fevereiro.

Mortos

Uma mulher é citada em depoimentos que descrevem cadáveres espalhados pelas casas e a flutuar no lago. De acordo com a testemunha, as pessoas temem até em enterrar mortos ou seguir em busca de parentes desaparecidos.

Uma outra testemunha contou ter fugindo de um tiroteio numa aldeia, tendo apontado para mulheres e crianças sequestrados ou levados por atacantes não identificados.

Recém-chegados

O Comité Internacional de Resgate, uma ONG parceira do Acnur,  registou cerca de 2 mil pessoas que atravessaram nas últimas quatro semanas para a região de Diffa, no sudeste do vizinho Níger.

Além dos ataques no Lago Chade, alguns dos refugiados recém-chegados partiram de áreas afetadas pelo conflito próximas de Maiduguri, a capital do estado de Borno.

Civis

A todas as partes em conflito no nordeste da Nigéria, a agência lembrou sobre a importância de proteger os civis. Em maio do ano passado, o governo nigeriano declarou estado de emergência para conter os rebeldes Boko Haram, que se opõem à educação ocidental.

De acordo com o Acnur, os ataques levaram a mais de 470 mil pessoas a deixar as suas casas devido à insurgência nos estados de Borno, Yobe e Adamawa.

*Apresentação: Denise Costa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031