ONU condena ataque a palácio presidencial que fez mortos na Somália

Ouvir /

Explosão de carro armadilhado foi seguida de um intenso tiroteio na área interna, dizem agências noticiosas; complexo inclui residências do chefe do governo, do presidente do Parlamento e de outros ministros.

Complexo das Nações Unidas em Mogadíscio, Somália. Foto: Ocha/Ari Gaitanis

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O representante especial do Secretário-Geral da ONU para a Somália, condenou, esta sexta-feira, o ataque contra a sede do governo em Mogadíscio.

Agências noticiosas citam as autoridades do país a referir que a explosão de um carro-bomba ocorreu no portão do palácio presidencial, situado no complexo. O estrondo foi seguido de um intenso tiroteio na área interna.

Mortes

De acordo com os relatos, pelo menos dois funcionários governamentais e nove atacantes morreram no ataque, que foi reivindicado pelos insurgentes do grupo al-Shabab.

Nicholas Kay disse que após o incidente falou com o líder somali, Sheikh Hassan Mohamud. Ele expressou condolências às famílias dos mortos e desejou uma rápida recuperação dos feridos.

Governantes

Além do presidente, no complexo fortemente guarnecido estão as residências do primeiro-ministro, do presidente do Parlamento e de outros governantes.

Ainda de acordo com as agências, no momento da explosão, o líder somali estaria na mesquita situada no interior a preparar-se para as orações da sexta-feira.

Tiroteio

Kay, disse tratar-se de um ato desesperado e criminoso que "faz mal ao povo da Somália."

Ele reitera o que chama cansaço dos cidadãos do país em relação a tiroteios, atentados e assassinatos. Na nota, o enviado elogia as tropas da Missão da ONU e da União Africana no país, Amisom, e as forças de segurança locais pelo que chamou de "profissionalismo que frustrou o ataque."

O responsável considera que o momento é crítico e um "novo capítulo na história da Somália para o qual não se podem permitir recuos." Para ele, as Nações Unidas e a comunidade internacional continuam firmemente determinadas a apoiar o erguer da Somália.

*Apresentação: Denise Costa.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 23 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 23 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031